Qual o melhor REP – relógio eletrônico de ponto

O REP, ou relógio eletrônico de ponto, é um equipamento que permite a marcação de pontos de funcionários de maneira automatizada, substituindo o arcaico sistema de marcação manual (através de livro ou mecânico). O equipamento foi homologado pelo Ministério do Trabalho em 2009, entretanto seu uso tornou-se mais frequente a partir de 2012, quando de fato a obrigatoriedade de uso começou a ser fiscalizada.

O REP é um equipamento obrigatório para as empresas que já realizavam marcação de ponto através de relógios de ponto que possuem a partir de 10 funcionários. Para as demais empresas, o equipamento não é obrigatório. Independente da legislação, recomenda-se fortemente o uso deste equipamento pois o empresário que o utiliza fica livre de situações como erros de digitação, demora na entrega dos dados para processamento da folha, retrabalho no departamento pessoal (redigitação dos dados), falta de informações para auditoria, etc. Se você possui mais de 10 funcionários e/ou várias filiais, tenha certeza que o uso do REP tornará sua vida muito mais tranquila e simples, além de facilitar sua interface administrativa com a contabilidade, principalmente se a mesma for terceirizada.

Os REPs podem ser biométricos, onde a marcação de ponto é feita através da digital do funcionário, com cartão magnético, onde a marcação de ponto é por proximidade de cartão ou híbridos, com as duas tecnologias. Existem diversos fabricantes no mercado que comercializam REPs, como Dimep, Gertec, ControlID, ID Data, Henry e outros. As principais características que recomendamos observar para a escolha do equipamento são: * Quantos funcionários podem ser cadastrados; * Quantas digitais podem ser cadastradas (em caso de modelo biométrico); * Se possível bateria interna para funcionamento em caso de falta de energia e, caso não, qual o tipo e custo da bateria; * Qual o tamanho máximo da bobina de papel que o mesmo suporta. Lembrando que para empresas com alto fluxo de funcionários REPs com depósito de bobinas maiores serão mais eficientes.

Também vale a pena observar se o REP está homologado com seu software de gestão atual ou da contabilidade com quem você terceiriza a folha de pagamento. Caso não, é importante perguntar se existe a possibilidade de integração. Se sua empresa tem matriz e filiais não esqueça de perguntar se existe a possibilidade de gerenciar através da matriz as marcações de todas as filiais para não haver a necessidade de acessar remotamente o equipamento para extração dos dados. A partir de 2016 os REPs obedecerão a homologação feita pelo INMETRO.

Alguns fabricantes, como a Control ID já estão disponibilizando estes equipamentos para testes em clientes pilotos e revendedores. Tecnicamente o equipamento mudará pouco mas passará a atender requisitos de qualidade definidos pelo INMETRO. Para o cliente, esta é uma boa notícia, pois as políticas do INMETRO trarão mais qualidade aos equipamentos. Embora a instalação do REP seja simples recomendamos que a mesma seja efetuada por revendedor especializado. Há a necessidade de levar até o equipamento tomada e cabo de rede e normalmente os revendedores pedem que esta infra esteja preparada para finalizar a instalação.

Category_artigos